União Desportiva Vilafranquense, Futebol SAD

Os comandados de Armando Evangelista foram fortes e dominadores apesar de terem perdido por 2-0 frente ao Estoril em jogo da vigésima terceira jornada da LigaPro. O desafio começou, contudo, ao ritmo do Estoril, mais desenvolto na procura de espaços no ataque, e o primeiro aviso chegou logo aos três minutos por Rafael Barbosa, num remate de fora da área, que repetiu aos seis. Todavia, o médio ofensivo estorilista ainda foi a tempo de acertar a mira e, aos 33 minutos, assinou mesmo o 1-0, ao concluir com um remate colocado de pé direito uma transição rápida conduzida por Careca.


Depois do intervalo, a União Desportiva Vilafranquense continuou atrevida e aguerrida em campo, mas seria penalizada aos 54 minutos depois de um corte com a mão em plena grande área, para Daniel Bragança marcar o segundo de penálti. Com dois golos de desvantagem, a nossa equipa continuou lançada em busca de um desfecho melhor, com Kady, Wilson e Mikita Korzun já em campo, mas não conseguiu mais do que dois golos anulados por fora de jogo pelo árbitro Artur Soares Dias.

Jogo no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira.

Marcadores:

1-0, Rafael Barbosa, 33 minutos.

2-0, Daniel Bragança, 55 (grande penalidade).

Equipas:

– Estoril Praia: Daniel Figueira, João Diogo (Miguel Crespo, 77), Lucas Cunha, Lucas Áfrico, Joãozinho, Tembeng (Gonçalo Santos, 73), Lucas Marques, Daniel Bragança, Chiquinho (Juninho, 66), Rafael Barbosa e Careca.

(Suplentes: Stojkovic, Gonçalo Santos, Pineda, Juninho, Miguel Crespo, Marcos Valente e Ricardo Rodrigues.

Treinador: Pedro Duarte.

– Vilafranquense: Josviaki, Diogo Izata, Sparagna, Dirceu (Korzun, 63), Rafael Furlan, Ulisses Oliveira, Isidoro Hernández (Kady Malinowski, 70), André Ceitil, Gustavo Tocantins, Filipe Oliveira e Kikas (Wilson, 46).

(Suplentes: Filipe Semedo, Kassio Fernandes, Korzun, Kady Malinowski, Pepo, João Vieira e Wilson).

Treinador: Armando Evangelista.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kikas (41), Filipe Oliveira (43), Tembeng (53) e Miguel Crespo (90).

Março 1, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *