União Desportiva Vilafranquense, Futebol SAD


Fase de Manutenção da 1.ª Divisão do Campeonato Nacional de Juniores começa este sábado. O treinador Paulo Robles diz ter um grupo de “jogadores com fibra para enfrentar os desafios” e pede o apoio dos sócios e adeptos unionistas.

Na primeira jornada, a União Desportiva Vilafranquense recebe, pelas 15h, no Campo do Cevadeiro, o CF Os Belenenses. Depois de uma fase inicial em que conseguiu amealhar 20 pontos, fruto de 4 vitórias, 8 empates e 10 derrotas, a UDV tem como principal objetivo assegurar a manutenção no escalão maior a nível nacional. Paulo Robles, o novo treinador da equipa ribatejana, está consciente das dificuldades, mas acredita que a meta está ao alcance:
“A diferença pontual entre todos não é significativa e, apesar de existirem equipas melhor posicionadas, nada é garantido; tudo pode acontecer tanto para os de cima, como para os de baixo. Vamos jogar contra clubes com uma história ao nível da formação em termos nacionais que a União não tem. Estamos pela primeira vez a disputar uma fase de manutenção da 1.ª Divisão do Campeonato Nacional de Juniores e há mais de 46 anos que não tínhamos uma equipa na primeira Divisão Nacional. Mas a verdade é que encontrei um grupo de jogadores que me parece preparado para este tipo de desafio”.

À frente da equipa há pouco mais de 2 semanas, Paulo Robles admite que os jogadores necessitam de trabalhar certos aspetos da sua ideia e modelo de jogo, e garante que está muito satisfeito com o grupo: “são atletas com fibra e, alguns, com muita história na formação do Clube, o que lhes permite estarem preparados para aquilo que será o nervosismo normal deste tipo de competição”.

Nesta primeira ronda, a UDV enfrenta um adversário que derrotou por duas vezes na fase inicial da competição. Histórias diferentes, avisa o técnico dos Juniores, que espera um Belenenses “à procura da vitória no Campo do Cevadeiro”. E, nem mesmo a falta de tradição na competição retira a confiança ao treinador. Paulo Robles deixa a promessa aos sócios e adeptos da União: “podemos não vencer o adversário, mas iremos preparar-nos para ganhar em todos os jogos”.

O Cevadeiro pode ser um factor fundamental para ajudar aos objectivos da equipa. Paulo Robles lembra como foi importante apoio do público no recente encontro frente ao Alverca. O treinador volta a apelar a uma forte presença dos adeptos da União na tarde deste Sábado: “Vila Franca de Xira é também uma cidade de futebol e quando se consegue conciliar a força dos adeptos com a força da equipa, seja em que escalão for, os jogadores galvanizam-se. Ainda para mais, jogadores que têm vários anos de casa e foram formados com um espírito e uma raça que caracteriza a União Vilafranquense. Esperamos uma boa moldura humana, e juntar a nossa raça e querer à raça e ao querer dos nossos adeptos”.

Fevereiro 11, 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *