União Desportiva Vilafranquense, Futebol SAD

Menaour Belkheir chegou a Vila Franca de Xira este ano e é já um dos mais acarinhados jogadores da UDV. Os golos são a sua principal arte e esta semana, apesar das dificuldades, voltou a demonstrar todo o seu valor. Esta é uma “Palavra de União”

Tiveste um semana difícil, com a operação do teu pai. Como foi viver este momento?
Foi uma situação difícil, mas o Clube ajudou-me bastante. Percebeu a situação e permitiu que fizesse a viagem até França para estar com o meu pai. Foram dias complicados, mas felizmente está tudo melhor.

O golo que deu a vitória frente à Académica de Coimbra estava no teu pensamento?
A resposta com um golo no jogo frente à Académica de Coimbra foi perfeita, porque era mesmo esse o meu desejo. Queria mesmo muito dedicar este golo ao meu pai e a toda a estrutura da União Desportiva Vilafranquense. Acabou por dar a vitória e isso fez daquele um momento especial.

Quando comunicaste ao grupo a situação do teu pai e o teu desejo de estar com ele nesta altura difícil, esperavas uma resposta tão positiva?
O mister Filipe Gouveia já nos tinha dito no início da época que a vida é mais importante que o futebol, e esta situação com o meu pai voltou a demonstrar que este grupo é mais que um plantel.

Por esses dias, acabaste por receber muitas mensagens dos adeptos…
Sim, verdade. Senti muito o carinho dos adeptos e não só nesta situação. É verdade que durante esta semana todos fizeram questão de demonstrar o seu carinho, mas já antes tinha percebido que esta é uma gente diferente.

Este é um Clube diferente?
Sem dúvida. Estão sempre prontos para ajudar e para apoiar, mesmo sabendo que os jogos em casa são longe. Nem todos conseguem vir até a Rio Maior, mas mesmo longe do Cevadeiro sentimos a sua força e o seu apoio. São adeptos de um Clube único.

Tens metas definidas para esta época?
Quero continuar a fazer o meu trabalho o melhor que sei. Não é só fazer golos. O objetivo principal é que a equipa vença os seus jogos, seja com golos, assistências minhas, ou de outro colega..

Mas tens um número definido?
A meta é fazer mais do que os 10 golos que fiz em 2020. Prometo que vou tentar!

Fevereiro 24, 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *