União Desportiva Vilafranquense, Futebol SAD

Após a derrota por 1-2 frente ao Rio Ave FC, Filipe Gouveia, treinador da UD Vilafranquense, fez uma análise do jogo e salientou o trabalho, a vontade e a entreajuda de toda a equipa na luta pelo objetivo dos unionistas.

“A pressão é uma vertente que caracteriza esta equipa. Somos uma equipa pressionante, uma equipa que vinha de três vitórias em casa. Independentemente de ser o Rio Ave FC, a Académica ou outros clubes, esta equipa está talhada para pressionar, especialmente em casa. Vínhamos de um bom momento e queríamos condicionar a saída de bola da equipa adversária. Acho que não foi um grande jogo na primeira parte. O Rio Ave FC com um pouco de medo da UD Vilafranquense e a UD Vilafranquense também com medo do Rio Ave FC. Na segunda parte, entramos melhor, com mais bola. Fizemos o golo e, inexplicavelmente, acabamos por sofrer dois golos através de um canto e de um lançamento em que a bola é metida na área. A equipa adversária marcou-nos quatro golos de bola parada (nos dois jogos). Estávamos preparados para isso. É uma equipa que ataca bem a bola, uma equipa forte. Acho que o mais justo era o empate, mas a justiça no futebol vale o que vale. Resta-nos continuar a trabalhar da forma como temos trabalhado até aqui. Estes jogadores têm sido fantásticos desde a nossa chegada. Um grupo que trabalha todos os dias com uma vontade tremenda e uma entreajuda fascinante e é assim que temos de continuar para atingir o objetivo. Faltam-nos nove jogos, mas vamos continuar a trabalhar porque queremos mais. O grupo é ambicioso e o treinador também”, referiu o técnico dos ribatejanos.

O treinador das Piranhas do Tejo não esqueceu os adeptos que se deslocaram até Rio Maior para apoiar a equipa nesta segunda-feira e aponta já para o encontro da próxima semana frente ao Leixões SC.

“Os adeptos têm sido fantásticos. Ainda hoje compareceram a uma segunda-feira. Não é fácil virem de Vila Franca de Xira para Rio Maior, ainda fica longe. Agradecer e dizer que aqui vão ter sempre uma equipa que vai lutar pelos três pontos. Mas penso que eles já sabem disso desde a nossa chegada. Nós vamos continuar já a trabalhar para ganhar o próximo jogo, que é em casa do Leixões SC. Todos os jogos disputámos os três pontos. Aqui não há jogos perdidos. Tem de ser esta a mentalidade e depois no final fazemos as contas. Obviamente que trabalhar com vitórias é mais fácil. Hoje perdemos já nos descontos, mas o futebol é isto. Parabéns ao Rio Ave FC”, concluiu.

Março 7, 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *